Publicado por: profpardal | Junho 4, 2009

Sou uma guerreira da luz

Quem segue o meu blog sabe que tenho tido alguns problemas prosissionais. Não me adaptei ao modo de funcionamento desta escola. Há vícios e metodologias de trabalho com as quais não me identifico e que são injustas para quem trabalha na escola como contratado. Graças a Deus não sou a única a ter a mesma opinião.

O trabalho é para mim uma das razões que me faz viver. Sempre vesti a camisola e fiz sacrifícios pela profissão que muita gente não faria.

Sinto-me desiludida. Deparei-me com situações ridículas e que me deitam abaixo. Ao ler o meu manual de vida: Manual do Guerreiro da Luz, encontrei estas palavras que demonstram exactamente a minha situação e que me dão alento para continuar este caminho: o caminho profissional.

Inspiração e experiência.

jesus-e-o-universo

Um guerreiro da luz não conta apenas com suas forças; usa também a energia do seu adversário.

Ao iniciar o combate, tudo que ele possui é o seu entusiasmo, e os golpes que aprendeu enquanto treinava; à medida que a luta avança, descobre que o entusiasmo e o treinamento não são suficientes para vencer: é preciso experiência.

Então ele abre seu coração para o Universo, e pede a Deus para inspirá-lo, de modo que cada golpe do inimigo seja também uma lição de defesa para ele. Os companheiros comentam: “Como é supersticioso. Parou a luta para rezar, e respeita os truques do adversário”. O guerreiro não responde a estas provocações. Sabe que, sem inspiração e experiência, não há treinamento que dê resultado.

Acção e repetição

Um guerreiro da luz nota que certos momentos se repetem. Com frequência se vê diante dos mesmos problemas e situações que já havia enfrentado. Então fica deprimido. Começa a pensar que é incapaz de progredir na vida, já que os momentos difíceis estão de volta. “Já passei por isso”, ele reclama com seu coração. “Realmente, você já passou”, responde o coração. “Mas nunca ultrapassou.”

O guerreiro então compreende que as experiências repetidas têm uma única finalidade: ensinar-lhe o que ainda não conseguiu aprender. Ele passa a procurar uma solução diferente para cada luta repetida – até que encontra a maneira de vencê-la.Lutando com quem merece

 

Diz um poeta: “O guerreiro da luz escolhe seus inimigos”. O guerreiro sabe do que é capaz. Não precisa sair pelo mundo contando suas qualidades e virtudes. Entretanto – como no velho Oeste – a todo o momento aparece alguém querendo provar que é melhor que ele. O guerreiro sabe que não existe “melhor” ou “pior”: cada um tem os dons necessários para o seu caminho individual. Mas certas pessoas insistem. Provocam, ofendem, fazem de tudo para irritá-lo. Criticam cada uma de suas ações, e sempre procuram provar que está errado em suas escolhas.

Neste momento, o coração do guerreiro diz: “Não aceite as ofensas, elas não vão aumentar a sua habilidade. Você vai se cansar a toa”. Um guerreiro da luz não perde seu tempo escutando provocações; ele tem um destino a ser cumprido.

 

ps- o texto está em brasileiro. Não me dei ao trabalho de o corrigir, uma vez que dentro em breve entrará em vigo o novo acordo ortográfico e este post ficará “mal escrito”.

Anúncios

Responses

  1. May the force be with you, Srª Pardala

  2. A LUZ DO GUERREIRO É EXATAMENTE A TRANQUILIDADE Q DEVEMOS TER E COLOCAR ISSO EM PRATICA, MENTALIZE ESSA ENERGIA PORQ É ISSO Q SOMOS, AZ X ESQUECEMOS Q ESTAMOS NA TERRA DE DEUS. A TERRA DE DEUS NOS PROPORCIONA ESSA FORÇA Q JAMAIS TERIAMOS, CONFIE NESSA LUZ QUE ESSE TODO MARAVILHOSO DEUS, E ENTRE NELE. PORQ ELE ESTA EM NÓS, SEJA CORAJOSO (A), ENTRE DENTRO DELE SEM MEDO DE SER FELIZ. FAÇA O Q QUIZER DA SUA VIDA, MAS SEMPRE FAÇA O BEM A SE MESMO E AO OUTROS.

  3. Nós, sistematicamente, denominamos guerra qualquer busca de conhecimento ou vivencia quando temos de ir a um lugar que não conhecemos dentro do universo. Da mesma forma como é a nossa vida, sempre estamos aprendo sobre as mesmas coisas, a cada dia um pouco mais, é assim a vida, vamos em busca da luz, que traduz perfeitamente o significado de conhecer, quando no escuro não vemos algumas coisas e quando se faz a luz, tomamos conhecimento daquilo que não víamos, mas, conhecer e aprender, ver em última análise é aprimorar todos os nossos sentidos. Ver e conhecer não pelos sentidos, mas, pelo dados que guardamos no nosso cerebro, o caminho para chegar a DEUS. Conhecimento não só obtidos pelos sentidos, mas, principalmente pela conexão de tudo que os sentidos transmitem para o nosso cerebro. Luz ou DEUS está nos aguardando, do nosso lado, para conversar conosco, mas, precisamos entender o que ele fala. Nós guereiros temos que lutar contra nós mesmo para aceitar os fatos como são e conhecer o nosso lar. É uma casa muito grande para nós, como deve ser uma casa muito grande para o micróbio que vive em nosso corpo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: